Coluna Genésio Araújo Jr.

COMENTÁRIO DO DIA: E o seu imposto, heim?!

A manhã começou com céu aberto e claro nesta quarta-feira. O dia começou menos frio que outros deste início de julho.

A Câmara terá um dia e tanto. Foram suspensos os trabalhos em todas as comissões permanentes e temporárias. Um dia dedicado a regulamentação da Reforma Tributária.

Haverá muito trabalho no Senado, em comissões e no plenário. Dia seguinte a chegada da proposta de repactuação da dívida dos Estados.

O presidente Lula está de volta ao Brasil. Ele começará o dia com reunião interministerial depois terá encontro com algins ministros.

Recesso no judiciário, mas eles não param. Hoje, será divulgada pesquisa do IPCA de junho. E o que mais?!

OUÇA AQUI

LEIA AQUI

COMENTÁRIO

Já arrisquei dizer aqui que o mês de julho promete ser decisivo para este ano de eleições municipais, a primeira após aquele bizarro tempo da pandemia do Covid -19.

A aprovação da regulamentação da Reforma Tributária, na Câmara dos Deputados, e uma possível refundação nos acordos da divida do mais importantes e ricos estados da Federação, como Minas, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo – tendem a dar novo rumo ao país.

O plenário da Câmara dos Deputados deverá votar até amanhã os projetos que regulamentam a Reforma Tributária. Fernando Haddad disse que se for dada isenção para as carnes, todas elas, os brasileiros vão pagar a maior carga de imposto de consumo do Mundo.

O senador Rodrigo Pacheco apresentou uma proposta que se imaginava combinada entre todos os poderes para renegociação da tal dívida, convidou o poderoso senador Davi Alcolumbre para relatar e pretende resolver isso antes do recesso do meio de ano.

Que regulamentação da Reforma Tributária será votada nesta semana? Que acordo das dívidas será aprovado?

Os políticos só pensam nas eleições municipais, no futuro do comando das casas legislativas, se fala de um Bolsonaro vestido de corrupto e Lula lutando para transformar suas conquistas governamentais em prestígio pessoal, mas para você aí o que interessa mesmo é o que vão fazer com o imposto que você paga, isso sim!

Foi Genésio Araújo Jr, de. Brasília.

( da redação)

Deixe um comentário