Saúde

Depois de enchentes como as que assolam o Rio Grande do Sul, o risco de transmissão de doenças podem aumentar.

CUIDADOS COM A SAÚDE | Depois de enchentes como as que assolam o Rio Grande do Sul, o risco de transmissão de doenças como leptospirose, tétano e hepatite A e E pode aumentar.

Para quem for fazer a limpeza de casas e comércios, a orientação é usar equipamentos de proteção adequados e evitar ficar com mãos e pés molhados por muito tempo.

“Com toda essa movimentação das águas, essas bactérias acabam facilmente entrando em contato com a população, porque não precisa necessariamente ter uma pele lesada. Só pelo fato de estar muito tempo exposto à água, a pele já perde a sua barreira natural e a bactéria pode penetrar na pele”, explica Juliana Demarchi, coordenadora da Vigilância Epidemiológica do município de Lajeado (RS), um dos mais afetados pelas chuvas no estado.

Confira orientações no site da Agência Brasil e nas nossas redes sociais.

Deixe um comentário