Economia

Alckmin ressalta avanços do governo e comemora aprovação de medidas para indústria na Câmara

O vice-presidente da República e ministro de Estado do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, participou do Encontro de Municípios do Paraná – Emupar, realizado nesta quarta-feira (20), em Curitiba (PR), onde ressaltou avanços do Governo Federal e celebrou a aprovação de medidas voltadas a indústria no Congresso, como o projeto de lei da depreciação acelerada.

“O programa destinará R$ 3,5 bilhões para melhorar a produtividade e fazer a indústria crescer mais depressa”, afirmou Alckmin. O mecanismo funciona como antecipação de receita para as empresas. Com a depreciação acelerada, o abatimento de máquinas adquiridas em 2024 poderá ser feito em apenas duas etapas – 50% no primeiro ano, 50% no segundo. Antes, esse abatimento poderia durar até 25 anos. Em condições normais, esse abatimento pode durar até 25 anos. O programa ainda vai passar por apreciação no Senado.

No encontro, Alckmin participou da cerimônia de apresentação e prestação de contas de investimentos da Itaipu Binacional em municípios do Paraná e Mato Grosso do Sul, que chegaram a R$ 2,3 bilhões, desde o início de 2023.

“É uma boa parceria na área de educação, meio ambiente, recuperação de nascentes, das águas, sustentabilidade, infraestrutura, saúde. E diretamente aos municípios. Então, é um recurso super bem aplicado e perto da população”, destacou.

Realizados no âmbito do programa ‘Itaipu Mais Que Energia’, os investimentos se concentram nas áreas de turismo sustentável, meio ambiente, responsabilidade social, obras e infraestrutura, sempre em parceria com prefeituras e comunidades locais dos 399 municípios paranaenses e em 35 sul-mato-grossenses.

Em sua fala às autoridades municipais, o vice-presidente enfatizou a estabilidade positiva de indicadores econômicos, como queda no câmbio do dólar, a alta da bolsa de valores de São Paulo, o aumento real da renda de trabalhadores, a queda da taxa de desemprego e do chamado ‘risco Brasil’, por agências internacionais.

Com a experiência de ter sido prefeito de sua cidade, no interior do estado de São Paulo, o vice-presidente salientou o caráter municipalista adotado pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Desde seu primeiro mandato, o presidente Lula tem compromisso com o municipalismo e com a Federação, com espírito republicano. Isso a gente verifica aqui nessa parceria de Itaipu com os municípios, vimos no PAC Seleções, todos os municípios inscreveram seus projetos e tiveram critérios transparentes para aprovação dos projetos”, destacou Alckmin.

Convênio de Governança Participativa

O vice-presidente também participou do ato de assinatura do convênio ‘Governança Participativa para Sustentabilidade’, firmando entre a Itaipu Binacional e a Fundação Parque Tecnológico Itaipu – FPTI/BR, que tem o objetivo de promover, por meio da Educação Ambiental e da Cultura, o enraizamento dos conceitos e valores do Programa Itaipu Mais que Energia, fomentando a conexão e a integração com as políticas públicas do Governo Federal no território paranaense e na região sul do Mato Grosso do Sul.

O convênio tem duração de quatro anos, com o aporte de R$ 76 milhões da Itaipu Binacional.

Encontro de Municípios do Paraná

O Encontro de Municípios do Paraná é uma iniciativa da Associação de Municípios do Paraná para promoção de debates sobre temas importantes para a municipalidade, como o cenário atual dos municípios, a nova lei de licitações, a importância das mulheres na área pública e os investimentos do Estado na saúde.

Entre prefeitos, prefeitas, gestores e servidores, o encontro reúne mais de 2 mil pessoas de municípios de 16 estados brasileiros.

O vice-presidente participou do Emupar 2024 acompanhado de Enio Verri, diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, Edimar Santos, presidente da Associação dos Municípios do Paraná, da deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR), dos deputados federais Luciano Ducci (PSB-PR), Elton Welter (PT-PR) e Zeca Dirceu (PT-PR), do deputado estadual Arilson Chioratto (PT-PR), Carlos Carboni, diretor de coordenação da Itaipu Binacional, e Irineu Mário Colombo, diretor-superintendente do PTI, Parque Tecnológico Itaipu-Brasil, além de outras autoridades municipais.

Deixe um comentário