Justiça

Secretaria da Justiça realiza aula inaugural do I Curso de Intervenção Tática Prisional

A Secretaria da Justiça realizou, nesta segunda-feira (6), a aula inaugural do I Curso de Intervenção Tática Prisional (Citap). O evento foi ministrado pelo policial penal, Delfran Rodrigues, com o tema: o que é ser um interventor. O palestrante é o primeiro policial penal interventor do Piauí e foi formado na Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (DPOE), em Brasília (DF).

Para o Secretário da Justiça, Coronel Carlos Augusto a qualificação é fundamental para o sistema de segurança pública. “Precisamos do policial penal cada vez mais preparado e agradecemos o apoio das demais instituições de segurança pública para a realização desse curso. Vamos juntos construir um sistema de execução da pena mais justo, mais humanizado e seguro no Piauí”, afirmou o Secretário da Justiça.
WhatsApp Image 2023-11-06 at 10.59.36.jpeg

Esteve presente também na aula inaugural, a diretora da Escola Nacional de Serviços Penais (ESPEN) da Secretaria Nacional de Políticas Penais (SENNAPEN), Stephane Silva de Araújo, que destacou a atuação da Acadepen-PI na rede nacional de escolas e enfatizou a importância da qualificação constante da polícia penal.

“A qualificação e aprimoramento dos policias penais são essenciais para que possamos entregar uma melhor execução penal no Brasil e trabalharmos a ressocialização dos apenados. A atuação dos interventores traz melhorias do sistema aqui no estado que já se apresenta como referência nacional”, ressaltou Stephane Silva de Araújo.
WhatsApp Image 2023-11-06 at 10.59.26.jpeg

O Citap tem um total de 280 h/a, com duração de aproximadamente 28 dias. O curso tem o objetivo de qualificar policiais penais e profissionais da segurança pública na resolução de conflitos no interior de unidades penais, bem como apresentar técnicas e táticas de uso diferenciada da força, dentro da legalidade.

“Contamos com policiais penais do Piauí, Maranhão, Alagoas, Pará e ainda um bombeiro militar do nosso estado. O curso efetivamente começa agora e os alunos passarão por instruções como: escolta de alto risco, intervenção tática, instrumentos e técnicas de menor potencial ofensivo, direitos humanos, legislação, e muito mais”, explicou o coordenador do Citap, o policial penal Eneas Maia.
WhatsApp Image 2023-11-06 at 10.59.39.jpeg

Deixe um comentário