Com novo reajuste, preço médio da gasolina ficará em R$ 8,29 no Piauí

Após o novo reajuste dos combustíveis anunciado pela Petrobras nesta sexta-feira (17), o Sindicato dos Postos Revendedores de Combustíveis do Estado do Piauí (Sindipostos-PI) prevê um incremento de até R$ 0,30 no valor cobrado pela gasolina nas bombas já a partir deste sábado (18).

Embora sofra variação dependendo do estabelecimento, o preço médio da gasolina comercializado no estado pode saltar dos atuais R$ 7,96, como constatou o mais recente levantamento da  Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), para R$ 8,29.

Em entrevista ao Jornal do Piauí, Alexandre Valença, presidente do Sindipostos-PI, afirmou que mesmo com dificuldade para aquisição do produto, o novo valor já deve ser repassado aos consumidores no sábado.

“A decisão de repasse é individual, de cada dono de posto. Como empresário, tive hoje quatro caminhões cancelados. As distribuidoras alegam que estão com algum tipo de problema. Não estamos conseguindo comprar hoje, mas amanhã vamos conseguir comprar (…) Normalmente quando tem um anúncio da Petrobras temos dificuldade de comprar o produto. É quase instantâneo. Temos dificuldade de comprar, as distribuídas o site sai do ar, a base de carregamento está cheia, não tem mais janela para carregamento, como eles chamam, e sentimos essa dificuldade”, explicou o empresário. 

Foto: Renato Andrade/Cidadeverde.com

Preços praticados hoje

Críticas ao reajuste 

Valença ainda classificou como “criminoso” o novo reajuste no diesel e da gasolina. Na sua avaliação, a decisão da estatal destoa do momento em que o país discute medidas para baratear os combustíveis, como a aprovação de um projeto de lei que limita a alíquota do ICMS sobre combustíveis em 18%.

“Esse aumento da Petrobras chega a ser criminoso […] essa medida da Petrobras é decepcionante. Acho que é um murro na cara do brasileiro”, desabafou o sindicalista patronal em entrevista ao Jornal do Piauí.

A tendência é que o litro da gasolina passe a custar R$ 4,06 e o do diesel R$ 5,61 nas refinarias, um incremento de 5,2% e 14,2%, respectivamente. Os novos valores diminuíram a margem de queda no preço dos combustíveis com a provável redução do ICMS. 

A previsão do Sindipostos-PI era que a mudança tributária provocasse uma redução de até R$ 1 no valor da gasolina e o diesel se estabilizasse.

“Se falarmos hoje do que deve acontecer à gasolina, mesmo com o reajuste da Petrobras após a implementação da lei, ela deve ter uma redução. Anteriormente era na faixa de R$ 1 e agora deve cair para R$ 0,70. O diesel vai ter um aumento de fato pois como já não tinha os impostos federais e o ICMS já era muito parecido, então no diesel vai ter um acréscimo, na ordem de R$ 0,80 a mais. Provavelmente vamos ter diesel mais caro que gasolina nos próximos dias”, concluiu Alexandre Valença.

https://youtube.com/watch?v=CvJ8dPS8w54%3Frel%3D0

Breno Moreno
redacao@cidadeverde.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.