COMENTÁRIO DO DIA: Encontro não marcado!

O dia voltou a começar frio na Capital Federal. Foi registrado 5ºC no Plano Piloto.

Não haverá sessão no Senado, mas haverá trabalho em comissão. Na Câmara, está marcada sessão solene.  Não haverá sessão no plenário do Supremo.

O presidente Jair Bolsonaro tem anunciado um único com o pessoal da Escola Aberta em café da manhã, e nada mais.

O Mercado inicia “ligadaço” nas pautas que virão na semana que vem na Câmara e no Senado. Todo por conta de uma solução para a questão da conta da energia.  Haverá pressão entre Governos e Sociedade, certamente.

Expectativas sobre números econômicos que em de fora vão mexer com a gente aqui.

Mas e o encontro não marcado entre Jair Bolsonaro e Alexandre de Moraes, heim?!

OUÇA AQUI

LEIA AQUI

COMENTÁRIO

Quem teve a oportunidade de ler alguns dos 17 volumes da obra seminal “A Comédia Humana”, de Honoré de Balzac, pôde entender como a hipocrisia não é um mal, mas a garantia que o homem burguês encontrou para viver em sociedade. Antes hipócrita que assassino!

O presidente Jair Bolsonaro, nesta semana, entrou duas vezes na Justiça contra o ministro Alexandre de Moraes, vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral e relator do Inquérito das Fake News, por abuso de autoridade. Bolsonaro já disse para seus apoiadores que Moares não era nada, que era um canalha.

Nessa quinta-feira, Moraes no aniversário da Justiça Eleitoral disse que se tem que ter vontade democrática e coragem republicana para defende-la, hoje.

Bolsonaro encontrou Moraes em posse de ministros que ele indicou no Tribunal Superior do Trabalho, foi ao seu encontro e o cumprimentou. Moraes foi o mais intensamente aplaudido num evento em que ele não era o homenageado.

Bolsonaro recentemente disse que seus raivosos apoiadores que defendiam o AI-5  e ditadura militar eram dignos de “pena”, o que ele diria de seus raivosos apoiadores que divulgam memes achincalhando Alexandre de Moraes nas redes sociais?  

Duvido, assim como você, que Bolsonaro vá deixar de falar mal da urna eletrônica e dos capa pretas.

Vale mais à pena ler e reler Balzac e entender como a hipocrisia pode ser um elixir para alguns!

Foi Genésio Araújo Jr, de Brasília

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.