Bilionário Elon Musk terá encontro com Jair Bolsonaro, mas não estava na agenda oficial; encontro será em São Paulo e Fábio Faria informa que ele é convidado do Governo do Brasil para evento sobre Amazônia

O bilionário sul-africano radicado nos Estados Unidos, Elon Musk, é convidado do Governo do Brasil para participar do evento Conectividade e Proteção da Amazônia.  O presidente Jair Bolsonaro(PL) não incluiu em sua agenda oficial, no início da manhã de hoje, 20, que iria a São Paulo participar do evento. Ele irá se encontrar, segundo fontes oficiais, com o bilionário Musk que está adquirindo a rede sociais Twitter.

As informações é de que o evento poderia ser realizado em Brasília, mas foi transferido para São Paulo, pois Musk preferiu participar do evento na Capital Paulista. Bolsonaro , inicialmente, se encontraria com Musk no hotel em que ele estará hospedado. No Twitter do ministro das Comunicações fala do convite e dá uma prévia do encontro. Oficialmente, Musk vem para encontro com empresários brasileiros. O evento será na cidade de Porto Feliz, no interior de São Paulo.

“NesTa sexta-feira, o Ministério das Comunicações vai realizar um evento sobre a Amazônia, que vai contar com a presença do Presidente Jair Bolsonaro(PL) e ministros Ciro Nogueira, da Casa Civil, General Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, General Paulo Sérgio Oliveira, da Defesa, e Carlos França, das Relações Exteriores.”, disse Faria em sua conta de rede sociail.

“Vamos tratar  dos marcos regulatórios, regulação na Amazônia e conectividade nas escolas. A meta do MCom é conectar 100% das escolas até o final do ano e fazer com que a tecnologia ajude na preservação da Amazônia!!!”, disse mais.

Ele publicou nota sobre o convite a Musk mas nada foi publicado no site oficial da pasta

NOTA

A convite do ministro das Comunicações, Fábio Faria, o empresário @elonmusk chega ao Brasil nessa sexta-feira para tratar com o governo brasileiro sobre Conectividade e Proteção da Amazônia.

No Twitter, Elon Musk não falou do evento e disse que as críticas contra ele são mais políticas.

“Os ataques contra mim devem ser vistos através de uma lente política – este é o seu manual padrão (desprezível) – mas nada me impedirá de lutar por um bom futuro e seu direito à liberdade de expressão”, disse.

( da redação com informações de assessoria. Edição: Genésio Araújo Jr.)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.