IPTU 2022 tem reajuste de 10,4% e pagamento inicia em junho em Teresina

A Prefeitura de Teresina vai lançar na semana que vem o IPTU 2022, com um percentual de reajuste de 10,4%, com o vencimento da primeira cota para o dia 30 de junho deste ano. Teresina tem 99 mil isentos e cerca de 240 mil pagantes.

O secretário executivo, da secretaria municipal de Finanças, Eduardo Lima, afirmou que na próxima quarta-feira (11) será lançado um site específico, onde o morador vai poder acessar os boletos referente ao Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). A população ainda vai continuar recebendo o carnê em casa. 

Quem pagar todo o valor de forma única, até 30 de junho, vai ter um desconto de 7%. Quem parcelar o valor, o pagamento deve ser realizado até o dia 30 de cada mês, em seis vezes, começando em junho.

“Temos todo um cronograma, onde as pessoas poderão pagar o IPTU através da internet, agora depois do dia 11. Receberão a partir de junho o carnê em casa. Quem for pagar à vista, com desconto de 7% é só até o dia 30. Quem não pagar à vista, paga a primeira parcela no dia 30 de junho, e as outras parcelas nos meses subsequentes”, explicou.

Além do IPTU, a Taxa de Serviços de Coleta, Transporte e Disposição Final de Resíduos Sólidos (TCRT) e a Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública (COSIP) também sofreram um reajuste de 10,4%.

“O IPTU é reajustado de acordo com o IPCA, que está previsto no nosso código tributário. Tanto que o reajuste no ano anterior foi de 5% porque a inflação no ano anterior foi nesse valor, em 2021 o apurado foi de 10,4%, então a gente não chama nem de reajuste, é uma atualização prevista no código tributário do nosso município”, disse o secretário Eduardo Lima.

Em Teresina, tem isenção os donos de imóveis com valor abaixo de R$ 52 mil, onde 99 mil são isentos na capital. Outros 240 mil precisam fazer o pagamento do imposto, mas segundo o secretário, devido a algumas leis específicas, mais pessoas podem conseguir a isenção.

“A prefeitura envia esse comprovante de isenção para o cidadão que tem um imóvel apenas no valor inferior a R$ 52 mil, onde recebe a carta de quitação e isenção. Os outros imóveis, que são 240 mil pagantes, alguns se enquadram em isenção por lei específica, que são os imóveis do Centro, que tem a lei específica do tombamento, e outros imóveis que as pessoas podem requerer por questão de saúde, mas essa isenções não são automáticas, é preciso abrir um  processo no Teresinense Digital e dar entrada com seus comprovantes”, informou o secretário.

Bárbara Rodrigues e Tiago Melo
redacao@cidadeverde.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *