Silvio Mendes pede para Luís André aguardar após convite para se filiar ao União Brasil

O presidente do PSL no Piauí, Luís André, afirmou nesta sexta-feira (14) que fez um convite para o pré-candidato a governador do Piauí, Silvio Mendes (PSDB), se filiar ao União Brasil.

Na oposição, há uma definição: para concorrer ao cargo Silvio Mendes terá que deixar o ninho tucano. Há uma possibilidade que o destino do ex-prefeito seja o Progressistas, mesmo partido da deputada Iracema Portella, que também é cotada para disputar o cargo ou a vice.

Segundo Luís André, o candidato da oposição será anunciado no dia cinco de fevereiro e o partido ao qual este nome estará filiado para disputar as eleições será definido até o mês de março. 

“Foi uma conversa amistosa na sua residência, fiz o convite como eu estou na presidência do PSL hoje e ajudando na construção do União Brasil, mas isso vai passar pelo crivo e anuência do ministro Ciro Nogueira que é o grande articulador da oposição, que até o dia cinco vamos saber quem é o candidato e até março qual partido será escolhido para o candidato a governador”, pontuou. 

O vereador ainda contou à reportagem qual foi a resposta de Silvio Mendes ao convite. O ex-prefeito pediu para que o presidente do PSL aguardasse e falou sobre a necessidade da unidade no grupo da oposição. 

“Ele pediu para esperar, que ele não dará a opinião dele com relação a partido agora, que a oposição tem que estar unida para concorrer ao governo do estado e falou que nunca teve uma oposição tão forte no Piauí”, acrescentou. 

União Brasil

Ao ser homologada pelo Supremo Tribunal Eleitora, o União Brasil será uma superlegenda formada pelo PLS e Democratas.  

O partido possuirá um fundo eleitoral de quase R$ 1 bilhão e cogita lançar um pré-candidato à presidência da República, que estará na oposição em relação ao presidente Jair Bolsonaro (PL). 

Paula Sampaio
redacao@cidadeverde.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *