ENFRENTANDO A CRISE: Randolfe Rodrigues sofre tentativa de “lacração” após receber vacinação; senador adverte que não será intimidado e que vai trabalhar para que culpados pelo meio milhão de mortes por covid paguem por seus crimes

O senador Randolfe Rodrigues(Rede-AP), vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquéirito(CPI) da Pandemia no Senado, tinha anunciado antes que seria vacinado nesta segunda-feira, 21, por ter chegado em sua faixa etária na cidade de Macapá(AP) e logo após receber a dose de imunizante foi abordado, e confrontado, por um apoiador do presidente Jair Bolsonaro( sem partido).  Ele foi questionado sobre a “CPI da Palhaçada em Brasilia”.  Randolfe disse que a CPI iria prender Bolsonaro e que o presidente é um genocidada.  O apoiador do presidente usava um celular para registrar o que os bolsonaristas chamam de “lacração”.   O apoiador não indentificado disse que a CPI não iria prender Bolsonaro, não.

Apoiador de Bolsonaro usando máscara verde e amerela aborda Randolfe Rodrigues 

O apoiador disse que no lugar deles, os senadores da CPI, “ficarem perseguindo Bolonaro deveriam ajudar o país que está doente”. Randolfe disse que o país estava doente por conta de Bolsonaro.

“Tomei a primeira dose da vacina contra a COVID-19 e vou continuar lutando para que a vacina chegue para todos os brasileiros. Felicidade define! Viva o SUS! Viva a ciência!

Fica também a nossa  homenagem a todas as vidas que perdemos. Vacinas salvam vidas!”, disse no Twitter, com mais calma.

Depois, também no Twitter, em declaração ao perfil “Amoreca Original” que divulgou o vídeo inicialmente, fez uma declaração afrimando que os “milicianos” não iriam intimidá-lo.

“ Vocês viram que agora pouco tive a alegria de entrar na fila de vacinação e,finalmente, aos meus 47 anos chegar na minha vez de vacinar. O momento seria todo cheio de alegria se não fosse ao final de meu ato de vacinação a agressão desmedida de um militante das milícias que, lamentavelmente, andam por todo canto do país. Aos membros dessas milícias, eu advirto: nós não seremos intimidados. Continuaremos a luta que temos empreendido desde o início por vacina no braço para todos os amapaenses, para todos os brasileiros. E os responsáveis por temos mais de meio milhão de mortos, tenha certeza de tudo, para que paguarem por seus crimes. Não adianta tentativa de intimidação, não terão êxito”, disse em resposta.

A declaração de Randolfe foi divulgada em resposta no mesmo vídeo em que o apoiador de Bolsonaro o criticava.

( da redação com informações de assessoria. Edição: Genésio Araújo Jr)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.