ELETROBRAS: Bolsonaro vai ao Congresso e entrega MP para capitalizar a Eletrobras

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em visita ao Congresso Nacional na noite desta terça-feira, 23, entregou nas mãos dos presidentes da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), uma Medida Provisória (MP) já editada pelo governo federal para capitalizar as Centrais Elétricas Brasileiras (Eletrobras).

A iniciativa acontece após a empresa pedir nesta última segunda-feira, 22, explicações do Ministério de Minas e Energia sobre a possibilidade de acontecer uma interferência na estatal e alertar ao mercado que a suposta intromissão por parte do governo federal causaria danos políticos e econômicos no sistema elétrico brasileiro. O alerta foi emitido em formato de um comunicado assinado pela diretora financeira e de relações com investidores da empresa, Elvira Cavalcanti Presta.

No documento, a diretora da Eletrobras afirma que “a divulgação por meios inadequados pode provocar oscilações indevidas nas ações da Eletrobras no mercado na medida em que este precifica qualquer informação relevante recebida”, se referindo as declarações feitas pelo presidente brasileiro a respeito da emprensa.

“Estou trazendo, agora, uma Medida Provisória que visa capitalização do sistema da Eletrobras. Então, a Câmara e o Senado vão dar a devida urgência a matéria, até por ser uma medida provisória e a nossa agenda de privatização, essa MP não trata disso, mas a nossa agenda continua a todo vapor e nós queremos, sim, enxugar o Estado, diminuir o tamanho do mesmo para que a nossa economia possa dar a satisfação e a resposta que a sociedade precisa”, falou Bolsonaro prometendo privatizar a empresa.

“Bem, nas minhas mãos aqui a Medida Provisória 1.031, que trata basicamente da capitalização da Eletrobras, como referendou o presidente Rodrigo Pacheco, quero saudar a vinda do presidente e de todos os seus ministros ao Congresso Nacional para trazer o primeiro passo, que a gente pode chamar de uma agenda Brasil. Privatizações, discussões, capitalizações, investimentos. A pauta que andará no Congresso com as reformas e nós cumpriremos todo o nosso papel com humildade, com acima de tudo respeito aos demais poderes e harmonia, que é o que o Brasil precisa para destravar suas pautas”, complementou o presidente da Câmara, Arthur Lira.

“Vamos dar o encaminhamento a medida provisória, como todas as medidas provisórias tem esse tratamento aqui no Senado Federal”, completou o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

Veja AQUI a integra da MP.

(por Humberto Azevedo, especial para a Agência Política Real, com edição de Genésio Jr.)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *