Presidente Dilma esteve na TV mais que Lula e FHC

O pronunciamento de Dilma Rousseff na noite deste domingo (29) foi o 17º transmitido em cadeia nacional de rádio e TV nos três anos de mandato da presidente. Em comparação com os dois antecessores, Dilma é, proporcionalmente, a presidente que mais vezes convocou rede nacional para falar ao país, de acordo com levantamento do G1 com base em dados disponíveis no portal Biblioteca da Presidência.

A média dos três anos de mandato de Dilma é de 5,6 pronunciamentos por ano. Nos oito anos dos dois mandatos de Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010), ele falou em rede nacional 21 vezes (média de 2,62 vezes por ano). Nos dois de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), o ex-presidente usou a cadeia nacional 22 vezes (média de 2,75 vezes por ano).
No primeiro mandato (2003-2006), Lula fez 11 pronunciamentos. O primeiro foi em 20 de março de 2003, sobre o inicio da luta armada no Iraque, no qual o ex-presidente afirma estar tomando todas as providências “para que o povo brasileiro não sofra os efeitos da guerra”. No segundo mandato, foram dez, entre os quais o que ele convocou para falar sobre o acidente com o avião da TAM no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, em 2007.

Fernando Henrique Cardoso fez somente cinco pronunciamentos nos seus primeiros quatro anos de governo (1995-1998). Mas no segundo mandato ele intensificou o ritmo de discursos transmitidos pelo rádio e pela televisão. Foram 17 entre 1999 e 2002, mesmo número de Dilma nos seus três primeiros anos. Entre as falas de FHC, estão uma sobre a criação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) e outras sobre os ataques terroristas ao World Trade Center, nos Estados Unidos, e sobre o racionamento de energia.
Neste domingo (29), no pronunciamento de fim de ano, Dilma citou as principais realizações do seu governo em 2013. Falou sobre o programa Mais Médicos e lembrou os cinco pactos que propôs como forma de dar resposta às manifestações de rua de junho, afirmando que o governo ouviu as “vozes das ruas”.
Desde que assumiu, Dilma faz pronunciamentos em todos os Dias do Trabalhador (1º de Maio) e da Independência (7 de Setembro). Em 2012, ela também convocou a cadeia de rádio e TV no Dia da Mulher. Na ocasião, anunciou que o imóvel comprado por meio do Programa Minha Casa, Minha Vida ficariam com a mulher, caso o casal se divorciasse.
Veja abaixo as datas e os assuntos dos pronunciamentos realizados por Dilma, Lula e Fernando Henrique Cardoso em seus governos:
Dilma Rousseff
10/02/2011 – Retorno às aulas
29/04/2011 – Dia do Trabalhador
06/09/2011 – Sete de Setembro
08/11/2011 – Programa Melhor em Casa e SOS Emergência
23/12/2011 – Mensagem de fim de ano
08/03/2012 – Dia Internacional da Mulher
30/04/2012 – Dia do Trabalhador
13/05/2012 – Dia das Mães
06/09/2012 – Sete de Setembro
23/12/2012 – Mensagem de fim de ano
23/01/2013 – Sobre a redução da tarifa de energia elétrica
08/03/2013 – Dia Internacional da Mulher
01/05/2013 – Dia do Trabalhador
21/06/2013 – Manifestações e cinco pactos
06/09/2013 – Sete de Setembro
21/10/2013 – Leilão do Campo de Libra
30/12/2013 – Mensagem de fim de ano
Lula (segundo mandato)
27/07/2007 – Acidente com o avião da TAM
07/09/2007 – Sete de Setembro
11/02/2008 – Início do ano letivo
07/09/2008 – Sete de Setembro
22/12/2008 – Mensagem de fim de ano
06/09/2009 – Sete de Setembro
22/12/2009 – Mensagem de fim de ano
29/04/2010 – Dia do Trabalho
05/11/2010 – Eleições
23/12/2010 – Mensagem de fim de ano
Lula (primeiro mandato)
20/03/2003 – Início da luta armada no Iraque
15/08/2003 – Realizações do governo
20/05/2004 – Política externa, desenvolvimento industrial e realizações do governo
13/08/2004 – Realizações do governo e perspectivas para próximos meses
02/01/2005 – Perspectivas para 2005
01/05/2005 – Dia do Trabalho
23/06/2005 – Medidas de combate à corrupção
06/09/2005 – Sete de Setembro
16/01/2006 – Pagamento da dívida ao FMI
30/04/2006 – Dia do Trabalho
31/10/2006 – Eleições
Fernando Henrique Cardoso (segundo mandato)
15/01/1999 – Cotação flutuante do dólar
12/04/1999 – Medidas para enfrentar crise econômica
12/06/2000 – Sequestro do ônibus 174
21/03/2001 – Instituição da multa de 10% do FGTS
27/03/2001 – Antecipação do reajuste do salário mínimo
07/05/2001 – Racionamento de energia
18/05/2001 – Racionamento de energia
25/06/2001 – Lançamento do Bolsa Escola
21/08/2001 – Reajuste salarial de servidores públicos
11/09/2001 – Ataque terrorista nos Estados Unidos
08/10/2001 – Guerra no Afeganistão
20/12/2001 – Redução no preço da gasolina
28/04/2002 – Distribuição de coleções de literatura a estudantes do ensino fundamental
14/05/2002 – Crise financeira
12/06/2002 – Aprovação da CPMF
19/08/2002 – Encontro com candidatos à Presidência
07/10/2002 – Resultado das eleições
Fernando Henrique Cardoso (primeiro mandato)
07/02/1995 – Educação
19/03/1996 – Estabilização da economia e Reforma da previdência
05/11/1996 – Criação do imposto Simples
15/05/1998 – Aprovação da Reforma da Previdência
27/10/1998 – Programa de Estabilidade Fiscal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.