ENFRENTANDO A CRISE: Wellington Dias anuncia corte de salário no Piauí por conta da crise, mas Ciro Nogueira ainda acha pouco; senador defende extinção de órgãos

  • (Brasília-DF, 15/04/2020) O governador do Piauí,  Wellington Dias(PT) anunciou nessa terça-feira, 14, em suas redes sociais cortes no salário dele e dos cargos comissionados  da ordem de 15%.  O senador Ciro Nogueira(Progressistas-PI), presidente nacional do seu partido, apoia as medidas do governador piauiense do qual é aliado regionalmente, porém ele não esconde que ainda acha pouco.  Ele defende que o governo do Piaui reduza a estrutura administrativa.

    “Aprovo os cortes de despesas anunciados pelo governo do Piauí. Mas é preciso ampliar esses cortes e cessar gastos. É hora de enxugar a máquina administrativa, extinguindo ou fundindo órgãos com as mesmas atribuições. Agora, mais do que nunca, menos é mais!”, disse no Twitter nesta quarta-feira, 15, pela manhã.

    O governador do Piauí, Wellington Dias, é um dos mais ativos governadores nas discussões federativas nacionais e, na semana passada, anunciou em suas redes sociais o temor de que se o projeto que passou a ser chamado de “Plano Mansueto Light” não fosse aprovado( PLP nº 149/19) haveria um colapso na administração de seu estado.  Ontem,14, foi outro o anúncio.

    “Anuncio aqui que irei cortar 15% dos meus vencimentos como governador do estado, bem como o de secretários e superintendentes do poder executivo estadual, enquanto durar o período de calamidade pública.”, disse, inicialmente.

    Ele também anunciou cortes nos valores dos cargos comissionados.

    “Entre outras medidas, a redução também de 15% nos valores de todos os cargos em comissão (DAS e DAI) e em todas condições especiais de trabalho (CET), enquanto durar o período de calamidade pública, exceto para os servidores das áreas de Saúde, Segurança e Assistência Social.”, destacou.

    Ele avalia que é possível economizar “no mínimo” R$ 200 milhões.

    “Essas medidas têm como objetivo uma economia de, no mínimo, 200 milhões de reais até dezembro para que tenhamos um equilíbrio fiscal. O objetivo é garantir que o Piauí tenha o cumprimento do calendário de salários.”, finalizou.

    Ciro Nogueira

    O senador Ciro Nogueira( Progressista-PI), que comanda um dos maiores partidos do chamado grupo de centro no Congresso Nacional, foi chamado para um conversa com o Presidente Jair Bolsonaro(Sem Partido). O Presidente busca uma aproximação com os principais nomes do Senado para melhorar sua relação no Congresso. A tarefa do momento é tentar convencer os senadores a mudarem o texto do PLP nº 149/19, que foi aprovado pelos deputados federais na segunda-feira, 13.

    ( da redação com edição de Genésio Araújo Jr )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *