Líder do PT: “o presidente será quem tiver 16 votos na eleição”

O líder do PT na Assembleia Legislativa do Piauí, Francisco Limma, disse nesta quinta-feira (6) que vencerá a eleição na Casa quem atingir 16 votos. A declaração dá a entender que o consenso em torno de uma única candidatura está longe de ser alcançado, mesmo o governador Wellington Dias pregando o entendimento.

“O PT tem levantamento meu nome ou do Fábio. Decidimos não levantar nomes enquanto não definir. O presidente será quem tiver 16 votos. Não há nenhuma questão contra A ou B. A Alepi tem vários nomes, deputados experientes. A Aseembleia tem que avançar na sua modernização. Há essa conversa no meu partido. No PP tem 3 nomes colocados, ao que parece o nome do deputado Hélio está se encaminhando”, afirmou durante entrevista à TV Cidade Verde.

Limma afirmou que a eleição no parlamento é uma das mais difíceis e que a orientação do governador é de buscar o entendimento.

“Eleição de parlamento é uma das mais difíceis. A orientação geral do governador é a de tentar o entendimento. De um lado tem a pretensão do deputadoThemistocles de continuar e do outro, dois partidos tentando viabilizar nomes”, disse, ressaltando que as definições só devem acontecer mesmo em 2019.

“Muita água ainda vai rolar. E só deve se resolver lá para fevereiro”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *