França vence Alemanha na Liga das Nações

Foi quente o encontro entre as duas últimas campeãs mundiais. A Alemanha deu trabalho, mas Griezmann usou a cabeça e os pés para ajudar a França a virar por 2 a 1 nesta terça-feira (16), no Stade de France. O resultado afunda ainda mais os alemães na Liga das Nações.

Kross abriu o placar em cobrança de pênalti, mas Griezmann igualou com cabeceio e virou ao converter uma penalidade. A França está muito perto de se classificar para a próxima fase, mas tudo ainda pode acontecer no Grupo 1 da competição.

O time francês está mais tranquilo que os rivais, pois lidera a chave com sete pontos e, portanto, precisa apenas empatar com os holandeses para avançar na competição.

Os alemães correm mais risco. A equipe comandada por Joachim Low tem apenas um ponto somado até o momento, obtido justamente no empate por 0 a 0 no primeiro jogo contra a França, e precisa fugir da lanterna para evitar o rebaixamento na primeira edição da Liga das Nações.

Para que isso aconteça, a Alemanha precisa torcer para a França derrotar a Holanda em 16 de novembro, em solo holandês, e terá de bater a própria seleção dos Países Baixos em 19 de novembro.

A Holanda tem três pontos, mas disputou uma partida a menos que as outras duas.

A Alemanha abriu o placar em uma falha de Pogba. O meio-campista permitiu a Gnabry roubar a bola rapidamente na intermediária e acionar Sané, que arrancou pela direita e cruzou rasteiro. Ele buscava Timo Werner na pequena área, mas o que a bola encontrou mesmo foi o braço de Kimpembe. Pênalti para os alemães.

Lloris até acertou o canto na cobrança de Kroos, mas não impediu a passagem da bola e o gol do time de Joachim Low, aos 13min.

A reação francesa começou só no segundo tempo. Aos 16min, Lucas Hernández foi lançado pela esquerda e fez cruzamento na medida para Griezmann acertar um forte cabeceio para o gol, sem chance de defesa para Neuer.

E ainda havia tempo de sobra para a virada. Ela aconteceu aos 34min em cobrança de pênalti, após Hummels derrubar Matuidi. Griezmann só precisou deslocar o goleiro alemão para marcar o segundo gol e decretar o triunfo francês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *