Greve dos caminhoneiros faz previsão do PIB cair para menos de 2%

pib_queda_internet_divulgacao

A greve dos caminhoneiros, que durou 11 dias no mês de maio, provocará uma queda expressiva no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro – é o que prevê o mercado financeiro.

No Boletim Focus desta semana, as estimativas já revelam uma economia mais fraca, com baixo ritmo de crescimento e inflação mais alta. O PIB, segundo os economistas, não deve chegar a 2%, e esta é a sexta queda seguida do indicador. Há três meses, a expectativa do PIB estava em 2,51%. Veja os detalhes:

PIB
– 2018: estimativa caiu de 2,18% para 1,94%.
– 2019: estimativa caiu de 3% para 2,80%.

INFLAÇÃO
– 2018: estimativa avançou de 3,65% para 3,82% (portanto, dentro da margem de tolerância da meta, que é entre 3% e 6%).
– 2019: estimativa subiu de 4,01% para 4,07%.

(Lembrando que o sistema de metas para a inflação em 2019 é entre 2,75% e 5,75%).

JUROS
– 2018: estimativa mantida em 6,5% até ao final do ano. Atualmente, a Selic está nesse patamar.
– 2019: estimativa mantida em 8% ao ano.

DÓLAR
– 2018: estimativa estável em R$ 3,50.
– 2019: estimativa estável em R$ 3,50.

BALANÇA COMERCIAL
– 2018: estimativa subiu de US$ 57 bilhões para US$ 57,15 bilhões de resultado positivo.
– 2019: a estimativa subiu de US$ 49,3 bilhões para US$ 49,6 bilhões.

INVESTIMENTOS
– 2018: estimativa recuou de US$ 75 bilhões para US$ 71 bilhões .
– 2019: estimativa recuou de US$ 80 bilhões para US$ 77 bilhões.

O Boletim Focus é realizado semanalmente, ouvindo especialistas de mais de 100 instituições financeiras. O resultado é divulgado todas as segundas-feiras pelo Banco Central.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *