As dúvidas de Tite antes da convocação

as-duvidas-de-tite-antes-da-convocacao-242307

Faltam aproximadamente dois meses para Tite anunciar os 23 jogadores que vão representar o Brasil na Copa do Mundo da Rússia. A convocação está prevista para a primeira quinzena de maio. Mas o treinador ainda tem dúvidas, há sete vagas abertas. Falta definir um goleiro, dois laterais, um zagueiro, um meia, um atacante e uma vaga que pode servir para atender necessidades específicas.

Diante deste cenário, o GloboEsporte.com traçou um panorama da briga pelas últimas vagas.

Tite já confirmou 16 dos 23 convocados para o Mundial. Terá agora dois amistosos – contra Rússia e Alemanha – e seis treinos para realizar as últimas observações. Para esses compromissos no fim de março, o treinador chamou 25 jogadores. Dentre os já garantidos, apenas Neymar, lesionado, ficou fora. Ou seja: dez nomes serão observados de perto pela comissão técnica. Presentes na lista, o lateral Filipe Luís, o volante Fred e o atacante Douglas Costa parecem ter encaminhado sua vaga na Copa. Outras posições estão mais abertas. Confira abaixo:

GOLEIROS
Cássio (Corinthians)
Neto (Valencia)
Alisson e Ederson estão garantidos na Copa, mas a vaga de terceiro goleiro segue aberta. Cássio parecia quase lá, até pela relação de confiança e conquistas com Tite. Mas a convocação de Neto para os amistosos de março, sua primeira sob o comando do atual treinador, deixou claro que a dúvida existe.

O ex-goleiro do Atlético-PR trocou a Juventus pelo Valencia e vem se destacando na Espanha. Sua presença na lista pode ter sido uma novidade, mas não uma surpresa: ele já vinha sendo observado por Tite e Taffarel. Na atual temporada, Neto entrou em campo 27 vezes na temporada, defendeu dois pênaltis e passou oito partidas sem ser vazado.

LATERAIS
Filipe Luís (Atlético de Madrid)
Fagner (Corinthians)
Alex Sandro (Juventus)
Danilo (Manchester City)
Das quatro vagas, apenas duas estão preenchidas: Marcelo e Daniel Alves. Logo, Tite tem uma dúvida em cada lado. Filipe Luís é quem parece estar mais perto da vaga. Presente em oito das dez convocações do treinador, o lateral volta a ser convocado depois da lesão que o afastou dos gramados na virada do ano. Já Alex Sandro corre por fora naquela que é a posição que mais incomoda Tite: ele já repetiu várias vezes que será injusto com quem não for escolhido.

Filipe Luís marca Coutinho em duelo do Atleti contra o Barça (Foto: Reuters) Filipe Luís marca Coutinho em duelo do Atleti contra o Barça (Foto: Reuters)
Filipe Luís marca Coutinho em duelo do Atleti contra o Barça (Foto: Reuters)
Na direita, a briga está mais aberta. Ausente nas duas últimas convocações (a última das eliminatórias e a dos amistosos de novembro), Fagner reaparece. Presente nas duas últimas listas, Danilo fica em compasso de espera.

ZAGUEIROS
Geromel (Grêmio)
Rodrigo Caio (São Paulo)
Jemerson (Mônaco)
Gil (Shandong Luneng)

Para tirar a dúvida que resta, Tite resolveu levar logo um a mais para os amistosos contra Rússia e Alemanha. Além dos já garantidos Miranda, Marquinhos e Thiago Silva, convocou Geromel e Rodrigo Caio. São os dois que estão na frente da disputa pela última vaga do setor, com vantagem para o zagueiro do Grêmio.

Geromel só jogou com Tite quando a Seleção teve apenas jogadores de times nacionais (Foto: EVANDRO LEAL/AGÊNCIA FREE LANCER/ESTADÃO CONTEÚDO) Geromel só jogou com Tite quando a Seleção teve apenas jogadores de times nacionais (Foto: EVANDRO LEAL/AGÊNCIA FREE LANCER/ESTADÃO CONTEÚDO)
Geromel só jogou com Tite quando a Seleção teve apenas jogadores de times nacionais (Foto: EVANDRO LEAL/AGÊNCIA FREE LANCER/ESTADÃO CONTEÚDO)
Geromel vive melhor momento em seu clube. Foi campeão da última edição da Libertadores e se destacou no Mundial, com o Grêmio, apesar do vice-campeonato diante do Real Madrid. Tite gosta muito também das características de Rodrigo Caio, por mais que ele não viva sua melhor fase com o São Paulo. Jemerson, presente nas últimas quatro convocações, ficou marcado por algumas falhas. Ele e Gil correm por fora com chances remotas.

MEIAS
Fred (Shakhtar Donetsk)
Anderson Talisca (Besiktas)
Giuliano (Fenerbahçe)
Arthur (Grêmio)
Diego (Flamengo)
Rodriguinho (Corinthians)
Lucas Lima (Palmeiras)
Hernanes (Hebei Fortune)
São, na teoria, duas vagas em jogo. Pela convocação para os amistosos de março, Fred e Talisca surgem em vantagem. Mas enquanto o volante do Shakhtar Donetsk parece ter encaminhado a sua vaga, o companheiro, convocado pela primeira vez por Tite, ainda terá que provar que merece ir ao Mundial. Casemiro, Fernandinho, Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Willian já estão garantidos na Rússia.

Fred desbancou Giuliano em lista para amistosos (Foto: Gleb Garanich/Reuters) Fred desbancou Giuliano em lista para amistosos (Foto: Gleb Garanich/Reuters)
Fred desbancou Giuliano em lista para amistosos (Foto: Gleb Garanich/Reuters)
A disputa no setor é a mais acirrada. Vários nomes foram citados por Tite na entrevista coletiva da convocação da última segunda-feira. A lesão que tirou Arthur dos gramados por mais de três meses prejudicou o volante do Grêmio na disputa. Já Giuliano e Diego parecem mais vivos na briga pelas duas vagas restantes no setor. O problema é que esse número pode cair pela metade…

ATACANTES
Douglas Costa (Juventus)
Willian José (Real Sociedad)
Taison (Shakhtar Donetsk)
Diego Souza (São Paulo)
Isso porque não seria surpresa se Tite deixasse de levar um meia para levar mais um atacante. No caso um camisa 9 clássico, como Willian José. O atacante da Real Sociedad estava na mira da comissão técnica e foi convocado pela primeira vez pelo treinador para os amistosos contra Rússia e Alemanha. Diego Souza, que vinha sendo chamado, não vive boa fase no São Paulo. Além disso, nem sempre tem atuado como centroavante.

Das quatro vagas iniciais do setor, três já estão confirmadas: Neymar, Gabriel Jesus e Roberto Firmino. A quarta está quase nas mãos de Douglas Costa, que enfim recuperou o bom futebol e vem se destacando na Juventus. Com a lesão de Neymar, o atacante deve ter chances contra Rússia e Alemanha para carimbar seu passaporte. Taison, apesar das seis convocações sob o comando de Tite e de ter a confiança do treinador, não é o favorito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *