Reforma da Previdência deve ser adiada

enquete-feita-pelo-matutino-entre-os-dias-27-e-30-de-novembro-mostra-que-apenas-38-parlamentares-238841

O governo Michel Temer ainda não tem os votos necessários para aprovar a Reforma da Previdência e, por causa disso, líderes da base aliada pretendem adiar a votação para 2018.
Segundo o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), “ainda falta muito voto” para garantir que as mudanças no regime previdenciário passem.

“Governo deve adiar reforma da Previdência para 2018”, informa a manchete do Globo. O matutino ainda mostra que o temor de que a reforma não seja aprovada fez o dólar subir 0,95% e a Bolsa cair 1,26%.

A Folha de S.Paulo também destaca as dificuldades do governo em conseguir os 308 votos que precisa para passar as mudanças. “Governo não tem votos para nova Previdência”, mostra o jornal no seu título principal.

Enquete feita pelo matutino entre os dias 27 e 30 de novembro mostra que apenas 38 parlamentares se disseram favoráveis ao projeto. Por outro lado, 210 deputados disseram ser contra a reforma.

O concorrente Estado de S.Paulo revela um levantamento da Agência Nacional de Águas (ANA) apontando que o Brasil vive uma situação de estresse hídrico.
Segundo a estatística da ANA, entre 2013 e 2016, 78% dos 1.794 municípios da Região Nordeste decretaram, pelo menos uma vez, situação de emergência ou estado de calamidade por causa da seca.

“Em 4 anos, secas e inundações afetam 55 milhões de brasileiros”, sublinha a a manchete do Estadão.

Outro destaque nos matutinos, um estudo do IBGE mostra que a taxa de desemprego caiu 12,2%, principalmente por causa das vagas informais abertas.

O Globo trata o assunto na primeira página e enfatiza que, desde abril, quando o mercado de trabalho começou a reagir, três quartos das vagas criadas foram no trabalho por conta própria ou em postos sem carteira assinada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *