“A Eletronorte é do povo brasileiro”, diz Zé Carlos, ao destacar potencial da empresa no setor energético

i (1)

(Brasília-DF, 30/11/2017) Um grupo de deputados federais e senadores lançou nesta quarta-feira, 28, um movimento para defender o fortalecimento da Centrais Elétricas do Norte do Brasil S.A. (Eletronorte) e a sua manutenção como empresa estratégica para o desenvolvimento do setor elétrico no Norte e parte do Nordeste brasileiro.

“O momento é importante para fortalecer a luta contra o desmonte das instituições públicas desse anti governo Temer”, disse o deputado federal Zé Carlos (PT-MA), articulador da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Eletronorte.

O grupo é formado por parlamentares dos nove estados da Amazônia Legal para os quais a Eletronorte fornece energia: Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. E é integrado por parlamentares de diversos partidos, tanto da oposição quanto da base do governo.

Lançamento

O lançamento da Frente contou com a participação de congressistas, funcionários da Eletronorte, representantes de entidades que são contrárias à privatização do setor elétrico brasileiro e ainda do engenheiro alertou Mozart Bandeira Arnaud, ex-diretor operacional da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), que é uma das subsidiárias da Eletrobras.

Além de protestarem contra a proposta do governo Michel Temer de privatização do setor elétrico, foi apresentado um manifesto pelo fortalecimento da Eletronorte, que será enviado ao ministro de Minas e Energia.

“A Eletronorte é do povo brasileiro e não de um governo golpista”, criticou o deputado Zé Carlos.

Sobre a Eletronorte

A Eletronorte, subsidiária da Eletrobras, foi criada em 20 de junho de 1973, com sede no Distrito Federal, gera e fornece energia elétrica aos nove estados da Amazônia Legal. Por meio do Sistema Interligado Nacional (SIN), também fornece energia a compradores das demais regiões do País.

Dos 25.478.352 milhões de habitantes que vivem na Região Amazônica, segundo Censo 2010 do IBGE, mais de 15 milhões se beneficiam da energia elétrica gerada pela Eletrobras Eletronorte em suas quatro hidrelétricas – Tucuruí (PA), a maior usina genuinamente brasileira e a quarta do mundo, Coaracy Nunes (AP), Samuel (RO) e Curuá-Una (PA) – e em parques termelétricos. A potência total instalada é de 9.052,50megawatts e os sistemas de transmissão contam com mais de 11.807,32 quilômetros de linhas.

A Dimensão Social

Em 2016, a Eletrobras/Eletronorte contando com um quadro de 3.335 empregados. A empresa recebe também a colaboração de prestadores de serviços e estagiários. A valorização de sua força de trabalho é contínua e se dá por meio do estímulo à criatividade, iniciativa, produtividade e alinhamento com os objetivos empresariais, a eqüidade e a segurança.

A Empresa também está comprometida com as populações da área onde atua, fomentando e desenvolvendo ações que promovam a inserção social das comunidades amazônicas. É fonte inesgotável de conhecimentos sobre a floresta, os rios e os povos, trabalhando os estudos científicos, a educação e a cultura local em sintonia com as políticas públicas do Governo Federal, do Ministério de Minas e Energia e da Eletrobras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *