Temer fará reforma da previdência após outubro

Senadores favoráveis ao interino Michel Temer, afirmaram, nesta segunda-feira (29), durante o julgamento da presidente afastada, Dilma Rousseff, no Senado, que ele fará a reforma da previdência após as eleições em outubro. A maior polêmica da proposta de Temer, é o aumento da idade mínima de aposentadoria.

De acordo com a coluna de Mônica Bérgamo da Folha de S. Paulo, o motivo é que cerca de cem deputados serão candidatos a prefeito e caso eles votem a favor da reforma da previdência, devem perder a eleição. A população se voltará contra aqueles que apoiarem o tema.

“Ninguém vai ter cabeça aqui no Congresso para discutir esse assunto, em pleno período eleitoral”, justificava o senador Romero Jucá (PMDB-RR), um dos mais próximos de Temer. “Seria um tiro no pé”, dizia Garibaldi Alves (PMDB-RN), ex-ministro da Previdência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *