Para Temer, Fachin “brilhou” em sabatina

O vice-presidente da República, Michel Temer, disse nesta quarta-feira (13) que o indicado pela presidente Dilma Rousseff para uma vaga no Supremo Tribunal Federal Luiz Edson Fachin “brilhou” e mostrou “humildade acentuadíssima” na sabatina do Senado realizada nesta terça. Fachin passou mais de 11 horas respondendo a perguntas de senadores na Comissão de Constituição e Justiça e, ao final, teve o nome aprovado por 20 votos a sete. Agora, para assumir a vaga de ministro do tribunal, precisa ser aprovado também pelo plenário da Casa.

“Ele brilhou, mostrou suas qualificações jurídicas, soube demonstrar qualificações jurídicas e pessoais, além de uma cultura geral muito grande e delicadeza extraordinário no trato com as questões e pessoas. [Ele mostrou também] humildade acentuadíssima e isso é fundamental para quem vai para um órgão cuja função principal é a imparcialidade”, disse Temer.

Desde que a presidente Dilma indicou Fachin para a vaga, o nome do jurista tem sido alvo de algumas críticas dentro do Congresso. O senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES) chegou a apresentar na última semana um parece da Consutoria Legislativa da Casa um parecer segundo o qual Fachin havia, na década de 90, exercido de forma irregular a função de procurador do estado do Paraná simultaneamente com a de advogado em causas privadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *